Estilo da Semana: International Pale Lager

25 Abril, 2018

Com a Primavera em força, hoje vamos falar da International Pale Lager (BJCP 2015 – 2A). Uma pale lager altamente atenuada, sem grandes sabores fortes, tipicamente bem equilibrada e altamente carbonatada. Servida gelada, é refrescante e saciadora da sede.

História

Nos Estados Unidos da América, desenvolveu-se como uma versão premium da lager Americana comum, que possui uma história similar. Fora dos EUA, desenvolvida como uma imitação das lagers ao estilo americano, ou como uma versão mais acessível (e muitas vezes menos seca e menos amarga) de uma cerveja do tipo Pilsner. Geralmente comercializada com marketing agressivo e exportada por grandes cervejeiras industriais ou cervejeiras multi-nacionais.

Aroma

Aroma a malte baixo a médio-baixo, o qual pode ser a grão ou ligeiramente doce a milho. O aroma a lúpulo pode ir de uma presença muito baixa a média, com notas apimentadas ou florais. Embora seja geralmente desejável um perfil limpo de fermentação, níveis baixos de carácter a levedura (tal ou uma ligeira presença a maçã) não são considerados defeitos. Um ligeiro aroma a DMS ou milho também não é defeito.

Aparência

Cor palha pálida a dourado. Espuma branca, cremosa, que pode não ser duradoura. Muito límpida.

Sabor

Sabor a cereal maltado (grão) de níveis baixos a moderados, com um final assertivo, seco e bem atenuado. O carácter a cereal pode ser algo neutro ou mostrar uma qualidade ligeira a pão-cracker, ou ir até uma doçura moderada a milho ou malte. O sabor a lúpulo vai de nenhum a níveis médios, muitas das vezes mostrando um carácter floral, apimentado ou herbáceo, se detectado. Amargor de lúpulo no nível médio-baixo a médio. O equilíbrio pode variar de ligeiramente maltada a ligeiramente amarga, mas encontra-se relativamente mais perto do equilíbrio. Final de prova neutro, com sabores ligeiros a malte e por vezes a lúpulo. Um ligeiro toque a DMS não é considerado defeito.

Palato

Corpo leve a médio. Carbonatação moderadamente alta a alta. Pode possuir um pequeno picar carbónico na língua.

Comentários

As lagers internacionais tendem a possuir menos adjuntos que as lagers americanas correntes. Podem ser totalmente à base de malte, embora sabores fortes sejam ainda um defeito. Esta é uma categoria alargada a todas as lagers internacionais de consumo em massa, que vão das lagers americanas, às típicas cervejas internacionais “import” ou de “garrafa verde” que se encontram nos EUA bem como em muitos mercados de exportação. Muitas das vezes mal rotulada ou confundida com “Pilsner”. Qualquer carácter a mercaptanos relacionados com exposição à luz de garrafas verdes é um defeito de acondicionamento, não uma característica do estilo.

Ingredientes Característicos

Cevada de duas ou seis fileiras. Podem ser usados adjuntos como arroz, milho ou açúcar, bem como serem totalmente feitas com cereal maltado.

Comparação de Estilos

Geralmente mais amarga e saciante do que a American lager. Menos lupulada e amarga do que a German Pils. Menos corpo, menos sabor a malte e menos carácter a lúpulo do que a Czech Premium Pale Lager. As versões mais robustas podem-se aproxima da Munich Helles no que concerne o sabor, embora mais com uma qualidade a adjuntos.

Alguns Exemplos Comerciais

Asahi Super Dry, Birra Moretti, Corona Extra, Devils Backbone Gold Leaf Lager, Full Sail Session Premium Lager, Heineken, Red Stripe, Singha



Ao usar o nosso website, concorda com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies deste website estão definidas para permitir "cookies", de forma a providenciar a melhor experiência de navegação. Se continua a utilizar este website sem mudar as suas configurações de "cookies", ou carregar no botão "Aceitar" abaixo, você concorda com o uso de "cookies".

Close