Estilo da Semana: Belgian Tripel

20 Novembro, 2017

Esta semana continuamos na Bélgica com a Belgian Tripel (BJCP 2015 – 26C). Uma ale Trapista pálida, algo apimentada, seca e forte, com um sabor agradável e arredondado a malte e amargor firme. Bastante aromática, com notas a especiarias, frutas e álcool ligeiro, combinadas com um carácter limpo a malte de suporte, produzindo uma cerveja surpreendentemente bebível tendo em conta o alto nível de álcool.

História

Originalmente popularizada pelo mosteiro Trapista de Westmalle.

Aroma

Bouquet complexo com notas a especiarias moderadas a significativas, ésteres frutados moderados e álcool e lúpulo ténue. Fenóis generosos a especiarias, pimenta e por vezes semelhantes a cravinho. Os ésteres são muitas vezes reminiscentes de citrinos tais como laranjas, podendo conter, por vezes, um carácter ligeiro a banana. É normalmente encontrado um carácter a lúpulo ténue mas distinto, com notas a especiarias, floral e por vezes perfumado. O álcool é suave, apimentado e baixo em intensidade. O carácter a malte é ligeiro, com uma impressão suave, ligeira a cereal adocicado ou semelhante a mel. Os melhores exemplos possuem uma combinação redonda e harmoniosa entre o carácter a levedura, lúpulo, malte e álcool.

Aparência

Cor desde amarelo intenso a ouro intenso. Boa claridade. Efervescente. Espuma branca, duradoura, cremosa e “rochosa”, resultando no caracteristico “laço Belga” no copo, à medida que desaparece.

Sabor

Um casamente entre sabores a especiarias, frutas e álcool, suportados por uma impressão suave e arredondada a malte com carácter a cereal adocicado, ocasionalmente com uma nota muito ligeira a mel. Fenóis baixos a moderados, de carácter apimentado. Os ésteres são reminiscentes de citrinos, tais como laranjas ou por vezes limões e são baixos a moderados em intensidade. É normalmente encontrado um carácter a lúpulo baixo a moderado, com notas a especiarias. O álcool é suave, apimentado e baixo em intensidade. O amargor é tipicamente médio a alto, com origem numa combinação de amargor de lúpulo e fenóis produzidos pela levedura. O amargor e uma carbonatação substancial conduzem a um final seco, com um final de boca moderadamente amargo com um carácter substancial a levedura a especiarias e frutado. O sabor a malte com notas a cereal adocicado não implica nenhuma doçura residual.

Palato

Corpo médio-leve a médio, embora mais leve do que a densidade substancial possa sugerir. Altamente carbonatada. O conteúdo a álcool é enganoso e possui pouca a nenhuma sensação de calor. Sempre efervescente.

Comentários

Com conteúdo elevado a álcool mas não sabendo muito ao mesmo. Os melhores exemplos são sorrateiros e não óbvios. A carbonatação e atenuação elevada ajudam a realçar os muitos sabores, bem como aumentar a percepção de um final seco. A maioria das versões Trapistas possuem pelo menos 30 IBUs e são muito secas. Tradicionalmente maturadas em garrafa (ou refermentadas na garrafa).

Ingredientes Característicos

Malte Pilsner, tipicamente com açúcar branco como adjunto. O lúpulo tipicamente usado é do tipo Saaz ou Styrian Goldings. São usadas estirpes belgas de levedura – aquelas que produzem ésteres frutados, fenóis a especiarias e álcoois de grupos elevados – muitas vezes ajudadas por temperaturas de fermentação ligeiramente mais quentes. Geralmente não são tradicionais as adições de especiarias e, se usadas, devem conferir somente um carácter de segundo plano. Água razoavelmente mole.

Comparação de Estilos

Pode-se assemelhar a uma Belgian Golden Strong Ale mas ligeiramente mais escura e algo mais encorpada, com mais ênfase nos fenóis e menos ésteres. Normalmente tem um sabor mais arredondado a malte, mas não deve ser doce nunca.

Alguns Exemplos Comerciais

Affligem Tripel, Chimay Cinq Cents, La Rulles Tripel, La Trappe Tripel, St. Bernardus Tripel, Unibroue La Fin Du Monde, Val-Dieu Triple, Watou Tripel, Westmalle Tripel.



Ao usar o nosso website, concorda com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies deste website estão definidas para permitir "cookies", de forma a providenciar a melhor experiência de navegação. Se continua a utilizar este website sem mudar as suas configurações de "cookies", ou carregar no botão "Aceitar" abaixo, você concorda com o uso de "cookies".

Close