Estilo da Semana: American Amber Ale

9 Outubro, 2017

Esta semana vamos falar sobre a American Amber Ale (BJCP 2015 – 19A). Uma cerveja artesanal Americana de cor âmbar, lupulada, de teor alcoólico moderado e com um sabor a malte caramelizado. O equilíbrio pode variar bastante, com algumas versões a serem medianamente maltadas e outras agressivamente lupuladas. As versões lupuladas e amargas não devem apresentar sabores que vão de encontro ao perfil a caramelo do malte.

História

Um estilo moderno de cerveja artesanal Americana, desenvolvido como uma variação das American Pale Ales. Conhecida simplesmente como Red Ales em algumas regiões, estas cervejas foram popularizadas nas áreas amantes de lúpulo do Nordeste da Califórnia e Noroeste do Pacifico, antes de se disseminarem pelo resto do território.

Aroma

A lúpulo baixo a moderado, com características típicas das variedades Americanas ou do Novo Mundo (citrinos, floral, pinho, resina, especiarias, frutos tropicais, frutos de caroço, bagas ou melão). É comum um carácter cítrico a lúpulo mas não necessário. Malte moderadamente-baixo a moderadamente-alto (normalmente com um caracter moderado a caramelo), o qual pode suportar, equilibrar ou, por vezes, esconder a presença do lúpulo. Ésteres frutados variam de moderados a ausentes.

Aparência

Cor âmbar a cobre acastanhado. Espuma moderadamente abundante, de cor branco-sujo, com boa retenção. Geralmente bem límpida, embora as versões com “dry-hopping” possam ser ligeiramente turvas.

Sabor

A lúpulo moderado a elevado com características típicas das variedades Americanas ou no Novo Mundo (citrinos, floral, pinho, resina, especiarias, fruta tropical, fruta de caroço, bagas ou melão). É comum um carácter cítrico a lúpulo mas não necessário. Os sabores a malte são moderados a fortes e usualmente apresentam uma doçura inicial, seguida por um sabor moderado a caramelo (e por vezes outras características a malte, em menores quantidades). O malte e o amargor do lúpulo são geralmente equilibrados, suportando-se mutuamente, mas podem pender para qualquer um dos lados. Os ésteres frutados podem der moderados a nenhum. A doçura a caramelo e o sabor/amargor do lúpulo podem, por vezes, perdurar no final médio a encorpado.

Palato

Corpo médio a médio-encorpado. Carbonatação média a alta. Final geralmente suave, sem adstringência. As versões mais fortes podem conter uma ligeira sensação de calor do álcool.

Comentários

Pode-se sobrepor, na cor, com as Pale Ales Americanas mais escuras, mas com um sabor e equilíbrio a malte diferente. Existem variações regionais, sendo algumas mais “normais” e outras bem agressivas na presença de lúpulo. As versões mais fortes e mais amargas pertencem agora ao estilo Red IPA.

Ingredientes Característicos

Malte Pale Ale, tipicamente Norte-Americano de duas fiadas. Maltes Crystal médios a escuros. Pode também conter cereais de especialidade, os quais adicionam carácter adicional e a tornam única. São comuns lúpulos Americanos ou do Novo Mundo, muitas das vezes com sabores cítricos, mas outros também podem ser usados.

Comparação de Estilos

Mais escura, com mais caramelo, corpo e geralmente menos amarga no equilíbrio do que as American Pale Ales. Menos álcool, amargor e caracter a lúpulo do que a Red IPA. Menos álcool, malte e caracter a lúpulo do que as American Strong Ales. Não deve possuir um caracter forte a chocolate ou a torrado, que possa sugerir uma American Brown Ale (embora pequenas quantidades sejam permitidas).

Alguns Exemplos Comerciais

Deschutes Cinder Cone Red, Full Sail Amber, Kona Lavaman Red Ale, North Coast Ruedrich’s Red Seal Ale, Rogue American Amber Ale, Tröegs HopBack Amber Ale.



Ao usar o nosso website, concorda com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies deste website estão definidas para permitir "cookies", de forma a providenciar a melhor experiência de navegação. Se continua a utilizar este website sem mudar as suas configurações de "cookies", ou carregar no botão "Aceitar" abaixo, você concorda com o uso de "cookies".

Close