Decantar Fermentador de Arranque

18 Outubro, 2016

06_fullvsdecantedstarter_splitstarters

Para quem utiliza leveduras liquidas ou necessita de fazer propagação para revitalizar uma determinada cultura (ou para inocular em lagers e em cervejas de elevada densidade inicial), a necessidade de fazer um “fermentador de arranque” é imprescindível.

No artigo abaixo do blog Brulosophy, aborda-se a questão de decantar o mosto que fica acima das leveduras depositadas e só inocular estas, versus inocular todo o fermentador de arranque e qual o impacto no sabor da cerveja final.

É um artigo interessante apesar de existirem alguns problemas com a experiência, nomeadamente ter sido usada uma estirpe de perfil limpo de lager que, eventualmente, não produzirá nada em grandes quantidades. A posterior diluição no mosto a fermentar diminuirá ainda mais a probabilidade de serem detectadas (isto em conjunto com o limiar de detecção do painel de jurados).

LER ARTIGO


Ao usar o nosso website, concorda com a utilização de cookies. mais informação

As configurações de cookies deste website estão definidas para permitir "cookies", de forma a providenciar a melhor experiência de navegação. Se continua a utilizar este website sem mudar as suas configurações de "cookies", ou carregar no botão "Aceitar" abaixo, você concorda com o uso de "cookies".

Close